Mas afinal, o que é freeganismo?

4238060
O Freeganismo é um termo originado das palavras “free” (que indica liberdade ou ausência de custos em inglês) e “veganism” (a prática de não consumir produtos de origem animal).
É um estilo de vida alternativo ao consumo, que visa reduzir a atuação da economia capitalista e assim, diminuir os impactos provocados pela sociedade ao meio ambiente.
Os freegans procuram enxergar o que há por trás de cada produto, desde a retirada da matéria-prima, até o seu transporte e venda. São, basicamente, pessoas que visam encontrar um modo de vida alheio ao sistema e sustentam-se através de recursos desperdiçados e bens descartados.
Ainda não se sabe ao certo qual a origem desse movimento que é bastante descentralizado e baseado, principalmente, em práticas individuais.
O freeganismo se fortaleceu nos anos 90 a partir das iniciativas antiglobalização. Hoje, os EUA se destacam como pólo difusor da prática, devido ao alto número de ações freegan.
Práticas do Freeganismo:
A seguir, listamos as principais práticas do movimento Freegan:
– Transporte Ecológico:
bike
 Para evitar impactos ambientais e sociais dos automóveis e rodovias, os freegans não utilizam nenhum meio de transporte poluente.
– Coletivização e trocas de recursos:
coletividade 
Os freegans ajudam uns aos outros por meio de trocas ou coletivização e utilizam a prática do garimpo urbano para recuperarem itens descartados por outras pessoas.
– Estilo de vida Natural:
natural vida 
Os adeptos do movimento repelem a desvalorização dos ciclos da vida e das estações do ano. Por isso, implementam uma alimentação totalmente independente de supermercados. Também são contra a indústria farmacêutica, acreditam que podem se curar sem remédios, apenas com o uso e familiarização de plantas circundantes. Alguns, mais extremos, deslocam-se para locais afastados e constroem suas próprias comunidades.
– Ocupação Urbana – Okupas ou Squats:
okupa 
A prática crê que a moradia é um direito e não um privilégio, e que, a mercantilização de algo que é necessário para a sobrevivência humana é injusta. Por isso, os freegans praticam ocupações de moradias abandonadas nas áreas urbanas e transformam terrenos baldios em hortas comunitárias.
– Garimpo Urbano:
lixo
 
Os Freegans aproveitam-se da sociedade consumista atual e vivem a partir daquilo que é descartado no lixo de outras pessoas. A obtenção ocorre por meio do garimpo urbano, onde o lixo de comércios, escritórios e construções é remexido em busca de itens úteis.
– Desemprego Voluntário:
capitalismo
 
De acordo com os praticantes do freeganismo, trabalhar é uma troca da liberdade pela submissão a um sistema destruidor. Por conta das atividades de garimpo urbano e okupas a quantidade de trabalho necessária para a sobrevivência dos freegans é reduzida drasticamente.
E você, achou interessante ou muito radical o estilo de vida freegan? Conte para nós a sua opinião!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: