A crueldade animal por trás da folia carnavalesca

Sabemos que o  carnaval é sinônimo de festa, alegria e badalação, mas, é preciso considerar a indústria cruel que se esconde atrás do entretenimento. Enquanto os seres humanos se divertem, os animais sofrem diversas formas de torturas, principalmente as aves, como avestruzes, faisões, gansos e pavões, que são submetidos a formas imensuráveis de crueldade, para que as suas penas sejam utilizadas durante o período carnavalesco no Brasil.

crueldade-animal-por-tras-da-folia-carnavalesca-vegano-shoes-01-faisao

 

Em pleno 2019, ainda é possível encontrar uma quantidade exorbitante de fantasias confeccionadas a partir de penas de aves, é revoltante a tamanha falta de compaixão das pessoas, que mesmo com tanta informação, ainda não se importam com o sofrimento animal. Nos desfiles das Escolas de Samba de São Paulo e Rio de Janeiro, as alas comuns usam penas e plumas artificiais, mas, as rainhas e madrinhas de baterias ainda priorizam materiais de origem animal, as mais buscadas são de faisão ou avestruz. Quando o assunto é abordado, os responsáveis pelos adereços alegam que as penas caem naturalmente e são recolhidas durante o ano, mas nós sabemos que não é essa a verdade.

Através de uma técnica extremamente cruel, conhecida como “zíper”– os pássaros têm suas penas retiradas manualmente.

crueldade-animal-por-tras-da-folia-carnavalesca-vegano-shoes-02

As aves são levantadas pelo pescoço com as pernas amarradas e têm suas penas violentamente extraídas, sem nenhum tipo de anestesia. Todo o processo provoca dor e sofrimento, mas o pior vem depois, quando os animais são expostos ao sol e sofrem graves infecções. Essa violência é perpetuada por décadas. O avestruz, por exemplo, é explorado, anualmente, até os 40 anos de idade. A indústria acredita que penas arrancadas de aves vivas têm mais qualidade, além disso, essa técnica é a mais econômica, já que, as aves podem ser depenadas incontáveis vezes antes de morrerem. O mais triste em tudo isso é que as penas das aves são consideradas uma verdadeira fortuna, uma única pena de faisão, por exemplo, pode chegar a custar R$ 100,00.

Infelizmente, os pássaros não são as únicas vítimas do carnaval, os peixes também sofrem, mesmo que indiretamente. E o maior vilão é um artifício a cada dia mais utilizado nos dias de folia: o glitter.

crueldade-animal-por-tras-da-folia-carnavalesca-vegano-shoes-03-glitter

Usado para enfeitar o corpo e abrilhantar a maquiagem dos foliões, poucos sabem que o glitter é feito de plástico, material que não é biodegradável. Na hora de tomar banho, o glitter escorre pelo ralo e vai parar em rios e mares, pois as suas partículas são pequenas demais para serem filtradas no sistema de tratamento de esgoto. O maior perigo disso é que esse material, constantemente ingerido pelos animais marinhos, causa danos no crescimento e desenvolvimento dos bichos, além de interferir na cadeia alimentar.

Em contrapartida, existem penas sintéticas e similares a dos animais a venda, o que torna possível a fabricação de artigos carnavalescos sem que haja exploração animal. O mercado de glitter ecológico também tem se expandido ultimamente. O material, elaborado a partir de produtos naturais que não agridem a natureza já pode ser encontrado em diversos estabelecimentos.

Antes de começar a folia, que tal lembrar de fazer a sua parte? Afinal, uma grande festa, só é realmente divertida, quando nenhuma forma de vida sofre ou é sacrificada para nos entreter. Confira algumas dicas simples para tornar o seu carnaval mais sustentável.

– Leve o seu próprio copo
Assim, você evita desperdício e ainda contribui com a diminuição do volume de lixo.

crueldade-animal-por-tras-da-folia-carnavalesca-vegano-shoes-04-copo-sustentavel

– Utilize o transporte público
Nos dias de folia, deixe o carro em casa e priorize o transporte público, além de ser mais sustentável, você não precisa se preocupar com o estacionamento.

crueldade-animal-por-tras-da-folia-carnavalesca-vegano-shoes-05-transporte-publico

– Use glitter ecológico e esqueça o paetê
Na hora de retirar a maquiagem, utilize lenços umedecidos, assim, você evita que boa parte dos resíduos pare no meio ambiente.

– Jogue sempre o lixo no lixo
Essa dica vale para a vida toda, não somente para os dias de carnaval. Leia também 5 dicas para produzir menos lixo em 2019

 

Clique aqui e receba os próximos posts, novidades e ofertas da Vegano Shoes.

Vegano Shoes - Calçados, sapatos e acessórios veganos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: