Seda vegana feita a partir do bagaço da laranja: uma alternativa para contar a crueldade contra o bicho-da-seda

silk-moth-2624170_1920

Nós sabemos que o veganismo prega respeito, amor e solidariedade à todos os seres sencientes e isso não envolve apenas vacas, porcos, peixes e galinhas. Até porque, infelizmente, a crueldade animal provocada pela indústria da moda afeta, inclusive, os insetos.

Este é o caso das lagartas, (Bombyx mori), também conhecidas como bicho-da-seda, que são criadas em fazendas industrias e brutalmente assassinadas todos os anos para produzirem tecidos finos.

Para a fabricação de um quilo de seda, 200 a 300 bichos-da-seda têm de ser sacrificados. Isso porque, um animal, sozinho, é capaz de produzir apenas um fio único de seda, que pode chegar a 1,3 km de extensão.

silkworm-2456852_1920

O processo ocorre pouco antes da fase de metamorfose, quando o inseto se transforma em mariposa e começa a tecer fibras para a criação de seu casulo. Ou seja, de forma natural, a mariposa realiza a mastigação do seu caminho para fora do casulo assim que a transformação se completa. Mas, para a indústria da moda o desenvolvimento natural não é interessante, já que resulta em frios de seda mastigados, que são mais curtos e menos valiosos do que o casulo intacto.

Por isso, os produtores, que preferem que o fio sedoso do casulo permaneça contínuo, matam os insetos para alcançarem os resultados esperados.

cocoon-196533_1920.jpg

Quando os bichos-da-seda estão em fase de pupa, são alimentados a partir de uma rigorosa dieta baseada em folhas de amoreira. Posteriormente são colocados, ainda vivos, em água fervente. Depois de mortos, é iniciado o processo de deslanche do casulo para produção da seda. Outros métodos incluem assar os bichos em forno quente ou deixá-los morrerem queimados no calor do sol. Ou seja, em todos os casos, o animal morre esturricado sem nenhum tipo de compaixão.

Infelizmente, o Bombyx mori está oficialmente extinto da natureza e só é possível encontra-los em fábricas de seda.

Já parou para pensar na barbárie ocorrida com essas pequenas criaturas, que têm seu ciclo natural de vida interrompido por causa de um simples capricho do ser humano? A maior parte dos bichos-da-seda é morta durante o estágio de crisálida, com exceção dos que são usados para reprodução, que são mantidos vivos até tornarem-se adultos.

pina-messina-1056606-unsplash

 

Uma alternativa consciente

A indústria de moda é a segunda mais poluente, atrás, apenas,da do petróleo. Alguns dados alarmantes deixam claro a necessidade do setor se reinventar e procurar materiais que causam menos impacto ambiental, como é o caso da sega vegana, feita a partir do bagaço da laranja.

A iniciativa surgiu das Italianas Adriana Santanocito e Enrica Arena, fundadoras da empresa Orange Fiber, as empresárias reaproveitam os insumos oriundos da indústria de suco da laranja (aproximadamente 700 toneladas por ano) para criar um tecido que promete modificar as formas de produção de artigos luxuosos.

boryana-hristova-1633679-unsplash

Fabricadas a partir de celulose ou do próprio bagaço da laranja, as sedas são leves, suaves e podem ser opacas ou brilhantes.

A inovação tem sido devidamente reconhecida e, inclusive, já rendeu alguns prêmios para as empreendedoras como o de Mudança Global, da Fundação H&M, que promove projetos sustentáveis. Além disso, a Orange Fiber também foi escolhida para participar de um programa de aceleração de startups, Fashion for Good, Plugand Play Accelerator, realizado na Holanda.

Nós da Vegano Shoes estamos na torcida para que este projeto decole o mais rápido possível. Afinal, tudo o que envolve o bem-estar animal e o fim da crueldade deve ser considerado.

E você? Já sabia da tamanha crueldade que envolve a fabricação da seda? Compartilhe esse post com seus amigos e familiares. Que tal criamos uma rede de conscientização sobre a crueldade da indústria têxtil? Vamos juntos?

Clique aqui e receba os próximos posts, novidades e ofertas da Vegano Shoes.

Vegano Shoes - Calçados, sapatos e acessórios veganos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: