Quibe Vegano | Especial de Ano Novo

Quibe Vegano

O especial de Ano Novo da Vegano Shoes, traz um prato mundialmente conhecido que está presente na cultura gastronômica de numerosos países: O Quibe.

Cru, assado ou frito? Não importa a forma essa delícia conquistou o mundo.

A princípio, o Kibe teve sua origem no Mediterrâneo e no Iraque. No início ele era uma comida típica das classes menos favorecidas, pois o trigo era misturado para render e poder alimentar toda a família.

Ademais, o nome kibe deriva de kubbeh que em árabe significa bola. O alimento era temperado, misturado com trigo e aí sim consumido.

Curiosidades

No entanto, esse prato só chegou no Brasil graças as mãos dos imigrantes libaneses que vieram para cá e incorporaram essa receita tipicamente árabe em nosso país.

Mas, hoje ele é super famoso e muito consumido no mundo todo. Com o tempo passando novas receitas foram criadas a partir do tradicional kibe feito na época.

Contudo, o quibe pode ser servido cru, chamado Kibbe nayye, típico do Líbano, Síria e Iraque, acompanhado do licor de arak. No Líbano, o quibe cru servido num dia, é cozido para ser servido no dia seguinte.

Então, agora que já conhece a origem do quibe, que tal colocar a mão na massa e fazer o seu?

Ingredientes

Trigo para quibe – 250g
Bagaço de amêndoas – 1 copo
Cenouras raladas finas – 2
Hortelã picada – 1 copo
Cebola média cortada em cubinhos pequenos – 1
Limão – 1
Molho de sua preferencia – á gosto – 4 colheres de sopa
Azeite, Sal marinho e Pimenta do reino para temperar

Modo de Preparo

Assim, coloque o trigo de molho em uma bacia com bastante água por aproximadamente uma hora.

Então, esprema o trigo com as mãos até sair a água.Acrescente o bagaço das amêndoas.

Enfim, coloque a cenoura, a cebola, a hortelã e tempere com sal, azeite, limão e pimenta do reino. Monte bolinhos em formato de quibe e coloque em um tabuleiro untado com azeite. Asse em forno a 220º C por aproximadamente 30 minutos.

Especial de Ano Novo: Confira outras receitas aqui no Blog da Vegano Shoes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Powered by WordPress.com. Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: